sábado, 19 de julho de 2014

Paella à Alquimia

 

 

Arroz... "assim e assado"!

 

Um dos ingredientes mais usados na minha cozinha, porque é da preferência de todos.

 

Por isso sou tão feliz com esta parceria :)

As amostras de Arroz Bom Sucesso que me envia a Orivárzea, permitem-me fazer tantas receitas deliciosas... nham nham!

 

 


Paella de chouriço e mariscos

Ingredientes (4/6 pessoas):


  •  1/2 colher (chá) de fios de açafrão
  • 2 colheres (sopa) de água quente
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • 1 chouriço, sem pele, cortado em rodelas finas
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho, esmagados
  • 1/2 pimento vermelho, em juliana
  • 350 g de arroz de grão médio
  •  125ml de vinho branco seco
  • 1,2 l de caldo de peixe/marisco/legumes ou água a ferver
  • 1/2 chávena (chá) de ervilhas
  •  1 chávena (chá) de amêijoas frescas
  • 1 chávena (chá) de Miolo de Mexilhão
  • 1 chávena (chá) de Miolo de Camarão
  • Gambas 40/60 q.b. (+- 2 por pessoa)
  • açafrão q.b.
  • sal q.b.

Preparação:

Demolhe os fios de açafrão em água numa tigela pequena durante alguns minutos.
Aqueça 2 colheres (sopa) de azeite numa paellera e frite o chouriço em lume médio,durante 4/5 minutos. Transfira para uma tigela e reserve.
Aqueça o restante azeite na paellera e refogue a cebola, mexendo, até ficar branda. Adicione o alho e o açafrão com o seu líquido de demolha e refogue, sem deixar de mexer, durante 1 minuto. Deite as tiras de pimento e refogue, mexendo, durante mais 2 minutos.
Deite o arroz e frite, mexendo, durante 1 minuto para envolver o arroz na gordura. Regue com o vinho e a maior parte do caldo e deixe ferver, sem tapar, durante 5 minutos. Não mexa durante a cozedura, apenas abane a paellera uma ou duas vezes e quando acrescentar ingredientes.


Junte as ervilhas, o miolo de camarão e mexilhão, as amêijoas e os camarões.
Tempere, a gosto, ecoza durante 10 minutos ou até o arroz estar quase cozido. Se  o líquido for absorvido muito depressa, deite um pouco mais de caldo quente. Incorpore o chouriço e coza durante 2 minutos.
Quando todo o líquido tiver sido absorvido e se sentir que o arroz começa a "agarrar" no fundo (às vezes torra um poco e é normal), retire a paellera do lume.
Tape-a com folha de alumínio e deixe-a repousar uns 5 a 10 minutos.


domingo, 13 de julho de 2014

Mil-folhas de legumes

ou quiche em massa filo...





Hoje apresento-vos mais uma refeição "o-que-havia-no-frogorífico"!

E são, tantas vezes, estas as minhas refeições favoritas...





Ingredientes:

  • massa filo q.b.
  • azeite q.b. (para unir as folhas de filo)
Recheio:
  • 2 colheres (sopa) de oleo de amendoim
  • 1 cebola roxa
  • 2 dentes de alho
  • 250g de cogumelos
  • 1/4 pimento vermelho
  • 1/4 pimento verde
  • 1 courgette
  • 1 "punhado" de espinafres
  • 2 colheres (sopa) de Molho Wok Kikkoman
  • 3 ovos grandes
  • 200ml de leite evaporado (usei em substituição de natas)
  • sal e pimenta q.b.
  • 1 queijo Snack Président (ou outro a gosto)
  • oregãos q.b.

 
Molho Wok Kikkoman

Preparação:


Recheio: 

Lavar e arranjar os espinafres. Colocar num tacho (sem água), levar ao fogão em lume médio e deixar murchar 2 ou 3 minutos. Retirar do fogão e reservar.
Laminar a cebola, os alhos, os cogumelos e os pimentos. Reservar.
Descascar a courgette e ralar em fios.

Levar ao fogão um wok, deitar nele o oleo e deixar aquecer um pouco. Juntar a cebola e deixar fritar um pouco (até amolecer levemente). Juntar o alho e envolver. Adicionar os cogumelos e refogar 2 ou 3 minutos. De seguida, envolver os pimentos e mexer. Por fim, juntar a courgette e os espinafres e deixar que tudo refogue mais uns minutos. Regar com o Molho Wok Kikkoman e verificar os temperos. Retirar do fogão.

Bater os ovos, juntamente com o leite evaporado. Temperar e reservar.




Estender as folhas de massa filo, cortar a meio e cada metade a meio também, de modo a que cada folha dê 4 rectângulos.
Sobrepor 4 rectângulos, pincelando de azeite entre cada folha, rodando os bicos em sentidos opostos.
Com a ajuda de um copo, formar "cestos" de massa filo e colocar num aro, ajustando-as bem ao fundo e aos laterais (foto do centro).

Distribuir o recheio pelas taças e regar com o batido de ovos (fotos esquerda).

Dispor o queijo por cima do recheio e polvilhar com oregãos (fotos direita).

Levar ao forno, pré-aquecido nos 180ºC, durante cerca de 30 minutos. Retirar e servir quente ou morno.





domingo, 6 de julho de 2014

Tarte de biscoitos e amêndoa, com creme de baunilha e frutos vermelhos


Embora o tempo livre ainda não seja suficiente para fazer mais do que gosto (que é cozinhar e partilhar convosco as experiências), lá vou arranjando um pouquinho para o fazer.

Férias... onde andam elas???

Bem, felizmente o motivo da ausência tem sido por trabalho, o que é sempre muito bom poder dizer.
Trabalho profissional, trabalho académico...

Do trabalho profissional entrarei de férias no final do mês, do académico... vamos lá ver!
O mestrado tem dado "que coçar", mas começo já a ver a meta :D

Prometo que assim que haja mais tempo, haverá mais receitas!

 

Agora vamos à receita!

Ingredientes:


Base
  • 100g de palitos la reine (biscoitos de champanhe)
  • 50g de farinha de amêndoa
  • 100g de manteiga
Creme
  • 670ml de leite
  • 1 vagem de baunilha
  • 2 gemas de ovo
  • 170g de açúcar
  • 80g de farinha
  • 200ml de natas
Cobertura:
  • Frutos vermelhos q.b. (usei mirtilos, amoras e groselhas)

Preparação:

Creme:
Deixe ferver o leite com a vagem de baunilha (aberta, para sairem as sementes). Retire do fogão e deixe em infusão.
Enquanto isso, numa tigela/bacia, bata as gemas com o açúcar com uma batedeira até formar espuma. Retire a vagem de baunilha, verta o leite (na gemada) pouco a pouco, e incorpore a farinha.
Leve de novo ao lume, mexendo sempre até engrossar. Transfira para um pirex grande e cubra (rente) com película aderente. Deixe arrefecer um pouco e coloque no frigorífico até estar completamente frio.
Bata as natas, adicione-as ao creme (frio), envolvendo delicadamente. (A proporção nata/creme varia de acordo com o gosto. Eu juntei metade/metade, mas pode alterar como preferir o sabor e consistência do creme).

Base:
Pique os biscoitos finos, junte-lhes a farinha de amêndoa. Derreta a manteiga e misture tudo (usei o robot de cozinha para o fazer). Unte uma forma (de fundo amovível, de preferência) e despeje nela a mistura, pressionando com os dedos para formar a base. Leve ao forno (pré-aquecido a 180ºC) por 15 minutos. Depois desse tempo, retire e deixe arrefecer completamente.

Cobertura:
Coloque a base num prato de servir, recheie com o creme e decore (a gosto) com os frutos vermelhos escolhidos.
Leve ao frigorífico por algumas horas (pelo menos 2h).


sábado, 28 de junho de 2014

Rabanada & experiências!




Como sabem, gosto sempre de dar um toque pessoal às receitas que vos apresento. Não é a primeira vez que partilho convosco a minha receita das Rabanadas Poveiras, mas desta vez faço-o, certa que esta alternativa vai agradar a quem prefere fritar com azeite.

Quantas de vocês têm o hábito de fritar com azeite? Pode parecer estranho mas este é um hábito antigo que pode muito bem vir a ser recuperado, uma responsabilidade de Oliveira da Serra que lançou um azeite criado especialmente para fritar.

Curiosa como sou, fiquei entusiasmada em experimentar esta novidade numa receita que me é muito especial. Segundo a marca, este azeite para fritar é feito a partir de azeites suaves, o que confere um leve sabor a azeite aos alimentos, não se sobrepondo ao sabor original dos mesmos.

A promessa: tornar o simples em especial. Eu experimentei, provei e o resultado final não desiludiu, muito pelo contrário!



Basta substituir, na receita original, a quantidade de óleo (para fritar) por azeite!


Para que possam partilhar da minha opinião, temos para vos oferecer um passatempo!

Para que possam experimentar o novo Oliveira da Serra para fritar e tornar os vossos rissóis, croquetes, peixinhos da horta e as irresistíveis batatas fritas ainda mais especiais, Oliveira da Serra e eu, temos para vos oferecer embalagens do novo azeite para fritar.

Para isso, basta partilharem comigo porque é que deviam ser as vencedoras deste passatempo e as cinco frases mais convincentes ganham.

As vencedoras serão contactadas posteriormente. Fiquem atentas e participem!


segunda-feira, 9 de junho de 2014

4 anos de Alquimia!!!



Faz hoje 4 anos que nasceu o nosso blog



Quando o crei não tinha qualquer expectativa (nem boa, nem má).Criei-o para guardar as minhas receitas (sou um caos com papéis) e para partilhar com os meus amigos, as minhas experiências culinárias.
Felizmente a esses amigos vieram juntar-se muitos mais! Tenho um enorme carinho por todos e tenciono continuar a partilhar convosco aquilo que se vai passando na minha cozinha.
 

Ultimamente, devido à falta de tempo, não tem sido possível cozinhar e fotografar tantas vezes... mas está para breve o regresso em força! 

Por favor mantenham-se por cá, pois é por vós que isto tudo faz sentido.

Saudações doces!
Um abraço,

Olivia Rocha







E sem doce não há festejo, não é verdade?

Bem, desta vez, não há bolo... mas há uma deliciosa tarte, que apesar de simples é das minhas favoritas. 



Tarte de Limão e Merengue

Ingredientes:

1 base de massa quebrada ou folhada (a gosto)

Recheio:
1 lata de leite condensado
200ml de natas
6 colheres (sopa) de sumo de limão
1 colher (sopa) de raspa de limão

Merengue:
4 Claras de Ovo
5 colheres (sopa) de Açúcar em pó

 




Preparação:


Massa: Forre uma forma de tarte com a massa, pique-a (para que esta não inche), cubra-a com papel vegetal e encha com feijões secos (podem ser usados para o mesmo fim, muitas vezes). Leve-a ao forno pré-aquecido a 180ºC durante cerca de 15 minutos. Retire do forno e reserve.

Recheio: Bata o leite condensado com o sumo de limão, até obter um creme. Incorpore as natas e as raspas de limão. Bata até que adquira uma consistência mais firme. Deite-o sobre a massa reservada (já fria).

Merengue: Bata as claras em castelo, junte aos poucos o açúcar e continue batendo até obter um merengue bem firme.

Cubra o recheio com o merengue (uso o saco de pasteleiro) e queime com a ajuda de um maçarico. (Caso não tenha um, leve a tarte ao forno a 200ºC), por cerca de 10 minutos, para dourar)






domingo, 8 de junho de 2014

Tarte de Brownie com gelado e caramelo


Ingredientes:

 Brownie:
  • 100g de chocolate amargo (partido aos pedaços)
  • 125g de manteiga 
  • 150g de açúcar mascavado
  • 2 ovos 
  • 1 colher (chá) de extracto de baunilha 
  • 95g farinha de trigo 
  • ¼ colher (chá) de fermento em pó (dispensei, por a farinha já conter)
  • 15g de cacau em pó
  • 1 pitada de sal
Gelado de Baunilha:
  • 600 ml de natas
  • 100 ml de leite (de preferência gordo)
  • 3 gemas
  • 180 g de açúcar branco fino
  • 1 vagem de baunilha 
Caramelo:
  • 1 saco de Caramelos Werther's Original Soft Cream 
  • 2 colheres (sopa) de leite evaporado

Imagem daqui

Preparação:

Brownie:
Pré-aquecer o forno a 180°C;
Untar levemente com manteiga uma forma de fundo amovível (pode se de bolo) e reservar.

Colocar o chocolate e a manteiga numa tigela de vidro e levar ao lume em cima de um tacho com água (banho-maria), mexendo até derreter. Deixar arrefecer uns minutos.

Entretanto, no recipiente da batedeira deitar o açúcar, os ovos, a baunilha e bater até formar um creme espumoso. Aos poucos, juntar o chocolate derretido juntamente com a manteiga e misturar tudo.
À parte, misturar a farinha, o fermento, o cacau e o sal e peneirar esta mistura (aos poucos) para dentro do creme anterior. Envolver cuidadosamente, sem bater (apenas para misturar).

Deitar este preparado na forma e levar ao forno durante 20 minutos ou até que ao espetar um palito este saia limpo.

Depois de pronto, retirar do forno e deixar arrefecer totalmente (sem desenformar).

Gelado de Baunilha:
Num tacho, deitar o leite, a vagem de baunilha (aberta) e levar ao lume até ferver. Assim que iniciar a fervura, baixar o lume para o mínimo e deixar mais 3 minutos. Retirar do lume, coar o leite e reservar até ficar frio.
Bater as gemas com o açúcar até obter uma mistura esbranquiçada e espumosa. Juntar o leite (baunilhado) frio e voltar a bater.Adicionar as natas e envolver sem bater.
Deitar na sorveteira*, de acordo com as instruções do fabricante. (Na minha máquina demora cerca de 40 minutos)

*Em alternativa, congele a mistura num recipiente próprio, destapado, durante 1-2 horas, ou até começar a solidificar nas bordas. Deite a mistura numa tigela e mexa com um garfo ou bata na liquidificadora até ficar macia. Volte a colocar no congelador e gele durante mais 2-3 horas, ou até ficar firme.Tape o recipiente com uma tampa.

Caramelo:

Colocar os caramelos e o leite evaporado numa tigela e levar ao microondas 2 minutos, mexendo a metade do tempo. Deixar arrefecer por alguns instantes.


Assim que o bolo esteja totalmente frio, encha a forma com o gelado de baunilha. Leve ao congelador até ao momento de servir.
Num prato de sobremesa, coloque uma colher (ou a gosto) de caramelo e disponha em cima deste uma fatia de tarte. Decore a gosto.


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...