quinta-feira, 12 de julho de 2012

Bolo Mulato de Ermesinde

Ermesinde é uma cidade implantada na parte Noroeste do Concelho de Valongo e a meia dúzia de quilómetros da cidade do Porto.
As poucas referências que existem, sobre o seu passado remoto, dizem-nos que, a antiga freguesia de S. Lourenço de Asmes, passou a ser oficialmente designada Ermesinde a partir da implantação da República (1910). Sabe-se que em 1911 a Junta da Paróquia de S. Lourenço de Asmes, como era então conhecida, presidida por Amadeu Vilar, requereu ao Governo Provisório que o nome oficial da povoação fosse Ermezinde.

Nas inquirições de 1258 mandadas fazer por D. Afonso III, há uma referência a “ um indivíduo de Ermezenda que prestou esclarecimentos sobre baldios nas terras da Maia, para organizar os reguengos da Coroa nesta região”.
Etimologicamente o topónimo Ermezinde é de origem Germânica e significa “caminho íngreme”. Mas há ainda outra explicação para este nome. Pelo século IX, no ano de 890, aparece uma D. Ermezenda, filha de D. Gundezindo, donatário desta região e que fez ao demolido convento dos beneditinos de Rio Tinto, importantes doações.
D. Ermezenda, pertencia ao convento das monjas de Rio Tinto e seria senhora das terras onde se encontra o lugar de Ermesinde, a dois quilómetros do lugar onde existiu o convento. O nome do lugar seria então Terras de D. Ermezenda, e começaria a povoar-se com os casais dessa senhora.


Cresci e vivi nesta pacata cidade do Norte.

Quando vi este bolo (na revista da Lusitana) não resisti a fazê-lo rapidamente, quer devido ao aspecto do mesmo, quer devido (sobretudo) ao nome. Cá está o resultado:

Ingredientes: 

  • 3 ovos
  • 370g de açúcar
  • 1 cálice de aguardente
  • 370g de Farinha para bolos
  • 1 colher (café) de canela em pó
  • açúcar e canela em pó q.b. (para decoração)



Preparação:


Bata muito bem os ovos com o açúcar até obter um creme fofo e esbranquiçado. Adicione a aguardente e, por fim, envolva a farinha peneirada com a canela.

Unte com manteiga e polvilhe com farinha (usei o óleo em spray) um tabuleiro quadrado de 20cm (usei uma forma redonda de chaminé).

Verta a massa e leve ao forno a 180ºC, durante cerca de 35 minutos. Retire depois de cozido, deixe arrefecer e desenforme.

Corte em cubos (eu cortei em fatias) e polvilhe abundantemente com açúcar em pó. Termine a decoração com canela em pó.




Fonte:  Lusitana (Revista do Clube de Consumidores) Nº 35 - Setembro 2011

10 comentários:

  1. Que maravilha amiga, que bem que ficou....bjokinhas e obrigada pela informação

    ResponderEliminar
  2. ESSA FATIA FICOU BEM TENTADORA.
    É UMA BOLO SIMPLES E COM UM EXCELENTE ASPECTO.
    BOA SEMANA
    BJS

    ResponderEliminar
  3. Ficou com um aspecto tão bom!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Olívia eu sou de Valongo e conheço a festa de S. Lourenço só que este bolinho não conhecia e tu fizeste-o muito bem :) tem um aspecto delicioso.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. O bolinho ficou um mimo Olívia! :D Obrigado pela partilha das informações. Bjs

    ResponderEliminar
  6. Oi Olivia, seu bolo ficou bonito e parece ter ficado muito bom. Mas fiquei intrigada, na massa não vai fermento em pó? Beijos de luz em seu coração.

    ResponderEliminar
  7. Olá Rosângela.

    A farinha que eu usei já tem fermento (é farinha auto levedante).

    Mas pode usar farinha normal e adicionar o fermento.

    Beijinhos e uma excelente semana

    ResponderEliminar
  8. Olivia,
    Ficou lindo esse bolinho... Então essa fatia esta uma tentacao : )

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Olha que giro, para além de mulato é sem lactose! :-)

    ResponderEliminar

Gosto de o/a ter por cá! Não vá embora sem deixar o seu comentário ;)