sábado, 11 de março de 2017

Arroz de curcuma

 

 

Curcuma não é açafrão


A curcuma e o açafrão vêm de plantas diferentes, de espécies diferentes, o que lhes confere um sabor distinto.

No entanto, há uma grande confusão entre estes dois ingredientes. Seja por desconhecimento, ou propositadamente, muitos mercados vendem curcuma em pó e chamam-lhe açafrão.

Esta “prima” do gengibre, também chamada turmérico, raiz-de-sol, açafrão-da-índia ou açafrão-da-terra, é usada há mais de 2 500 anos na Índia.

O açafrão é o estigma (pistilos) de uma flor (Crocus sativus), sendo que cada flor dessas tem só 3 estigmas. Para conseguir 1kg de Açafrão são necessárias cerca de 150 mil flores! O processo de extracção é totalmente manual e por isso não admira que esta seja uma das mais caras ou a mais cara especiaria que existe. Habitualmente, o açafrão compra-se na forma de pequenos filamentos secos.


À curcuma, apelidada de super raiz, atribuem-se propriedades anti-inflamatórias, antissépticas e anti-bacterianas, levando a que este tempero picante se transforme num medicamento natural.


Ler artigo: Curcuma, a super raiz que faz bem… a tudo

 

Curcuma - de formato idêntico ao gengibre, apresenta uma coloração mais intensa

 

Ingredientes:

  • 50 ml de azeite
  • 1 copo/taça de arroz (usei agulha)
  • 2 copos/taças de água
  • 1 raiz de curcuma (ralada) 
  • sal q.b.
* usar o dobro da água, em relação ao arroz. A dose, recomendada, de arroz (seco) por pessoa é de 70g.


Preparação:

No tacho/alguidar  colocar o azeite, o arroz, a curcuma ralada e envolver muito bem. Acrescentar a água, ajustar o tempero de sal e mexer, para separar os grãos de arroz.
Levar ao forno, pré-aquecido a 220ºC, e deixar cozer cerca de uma hora.

Nota: Pode aproveitar-se o forno para assar (ao mesmo tempo que se coze o arroz) carne/peixe/batatas... etc.





O arroz serviu de acompanhamento a um frango do campo, assado no forno.

Como entrada, segui a sugestão do senhor do talho (da minha rua): Cortei uma morcela às rodelas e levei à frigideira a tostar de ambos os lados.

Uma refeição deliciosa!


5 comentários:

  1. Não conhecia essa raiz. Tenho de ver se arranjo para ver as diferenças. Adoro arroz de açafrão por isso acho que ia adorar esse arrozinho bem amarelinho.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2017/03/cupcakes-de-iogurte-e-coco.html

    ResponderExcluir
  2. Desconhecia e fiquei curiosa com o sabor desse arroz,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderExcluir
  3. Adoro curcuma. O arroz está com ar delicioso.


    Ana Teles {Telita} | blog Telita LifeStyleFacebookinstagrambloglovin'

    ResponderExcluir
  4. Muito boa tarde :)
    Antes de mais gostava de dar os parabéns pelas magnificas receitinhas que coloca no blog. Já tenho o meu lugar cativo aqui, no entanto é a primeira vez que comento...
    E a niha questão é onde posso arranjar a curcuma em raiz? Utilizo ha anos, a minha mae sempre usou cá em casa mas foi sempre moído. Já corri aqui os mercadinhos locais, e sendo de Valongo o local mais próximo e provável seria o porto. Já procurei por lá também nunca tive sucesso. Gostava mesmo de saber se me pode ajudar.

    Muito obrigada. Um beijinho ;) :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Inês.

      Antes de mais muito obrigada pelas suas doces palavras :)

      A raíz de curcuma de facto não é muito fácil de encontrar. A que usei nesta receita tinha-a comprado numa loja de produtos biológicos, no Porto (perto do jardim de S. Lázaro).

      Espero ter ajudado e também que comente mais vezes ;)
      Muito obrigada pelas visitas!

      Um beijinho e feliz outono

      Excluir

Gosto de o/a ter por cá! Não vá embora sem deixar o seu comentário ;)