quinta-feira, 20 de julho de 2017

Polvo em salada





Refeições ligeiras não devem, nem têm que ser aborrecidas!


Nestes dias (muito) quentes que se têm feito sentir o que apetece mesmo é que a comida seja ligeira, a bebida seja fresca e que ambas nos satisfaçam. Isto, claro, sem nos acrescentar quilos! 

Afinal, queremos vestir o bikini ou fato de banho e continuar amigos da balança :D




Sábado foi um desses dias, quentes, longos, preguiçosos em que acordei com vontade de ir ao Mercado (fui ao Bolhão) apreciar as bancas e decidir, ali, o que queria almoçar. 

Depois de encher o saco com frutas e legumes foi a vez de percorrer as bancas de carne e peixe.
Perguntados os preços e analisada a frescura dos mesmos lá me decidi pelo peixe e a escolha recaiu no polvo. Era grande, rosado e vistoso! Uma alegria para os olhos, que já fazia adivinhar que também o seria para o palato.

Vim para casa, contente com as compras feitas e enquanto arrumei o que trazia nos sacos o polvo cozeu, lentamente, a vapor.

Estava decidida uma parte da refeição: a comida. E agora o que beber? (pensei eu).

O calor apertava mesmo e tinha vontade de beber algo bem geladinho, mas claro que não queria optar por uma bebida muito calórica que fosse desequilibrar a decisão de fazer uma refeição leve.

Abri o frigorífico e lá estava aquela garrafa de Lipton Chá Verde, tão  tentadora e a pedir umas folhas de hortelã e duas ou três pedras de gelo.

Acredito ter sido uma boa escolha, optar por um refrigerante saboroso e baixo em calorias.

Feitas as "contas" foi um bom sábado! ;)






Ingredientes:

(salada para 3)

  • 2 pernas de polvo - estas tinham cerca de 1Kg
  • 1 cebola roxa
  • 1 ramo de salsa
  • 100ml de azeite (ou a gosto)
  • 1 pitada de pimenta (opcional)

Preparação:

Coza o polvo (veja indicações abaixo) e deixe arrefecer um pouco. Lamine-o, fino, ligeiramente na diagonal.

Descasque a cebola, corte-a ao meio e depois em meias luas finas. Reserve.

Numa taça de vidro coloque o polvo, a cebola laminada e regue com o azeite. Polvilhe com a salsa picada e envolva levemente.

Se necessário rectifique os temperos de sal e pimenta (não usei sal, pois o polvo já tem suficiente. A pimenta optei por colocar o moinho na mesa e cada um temperou a gosto).






Sugestões de cozedura:

1 - Num tacho leve o polvo a cozer, sem água e em lume baixo entre 50 minutos a 1 hora;

2 - Cozer na panela de pressão, durante 20 minutos, a partir de que o apito comece a girar. O polvo irá cozer na própria água que vai largando.

3 - Cozer a vapor no robot de cozinha - Arranje o polvo. Deite 700 ml de água para a taça do robot, coloque o cesto de cozedura a vapor com o polvo e programe a 130ºC, durante 60 minutos.

Obs.: Este foi cozido a vapor, que é o meu método de cozedura preferido.



2 comentários:

  1. Não tinha conhecimento de cozer polvo a vapor. Mas gostei da sugestão e essa saladinha, é das minha predilectas. beijinhos

    https://saboresdoninho.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fica óptimo, a vapor. Desde que experimentei faço sempre assim. Aconselho ;-)
      Beijinhos e bom fim de semana

      Excluir

Gosto de o/a ter por cá! Não vá embora sem deixar o seu comentário ;)