quinta-feira, 21 de junho de 2018

Tapa portuguesa


"Em equipa que ganha não se mexe"!


Assim se diz na gíria futebolística, não é? Apesar de ser pouco atenta a estas andanças, lá o vou ouvindo aqui e ali.

O mesmo princípio se aplica a tantas situações da nossa vida... a relações pessoais, profissionais, etc.

E, como sempre, a cozinha tem a ver com isto tudo :) Apesar de haver combinações improváveis que acabam por resultar muito bem, há outras que têm uma enorme probabilidade de sucesso.

Foi a pensar numa "equipa ganhadora" que me ocorreu fazer esta tapa. Estava tudo reunido para que corresse bem! Tinha bons ingredientes, o que é fundamental, para obter o resultado que aí vêm nas fotos.


Veredicto: Foi aprovadíssima e será convocada mais vezes.




equipa (vencedora) escolhida:

  • bacalhau (um lombo bom)
  • azeite (Oliveira Ramos Premiun Extra Virgem)
  • cebola (nova, portuguesa, do Douro)
  • pimenta (preta, em grão, moída na hora)
  • pão (da aldeia, fatiado)
  • salsa picada
  • coentros picados
  • manjerico


Secar o bacalhau (previamente demolhado) e desfiá-lo para dentro de uma taça. Laminar a cebola em meias luas finas e adicionar ao bacalhau. Temperar com a pimenta, regar com um bom fio de azeite e envolver.
Picar a salsa, os coentros e um pouco de manjerico.

Numa tábua (travessa/prato/etc.), dispor as fatias de pão, regar com um fio de azeite, salpicar com um pouco das aromáticas picadas e cobrir com o bacalhau.

Servir com uma taça de azeite e outra de aromáticas picadas, para quem quiser acrescentar.






O azeite Oliveira Ramos Premium Extra Virgem acaba de conquistar, pela terceira vez, a medalha de ouro para o packaging design no Los Angeles International Extra Virgin Olive Oil Competition que recebeu este ano cerca de 600 amostras de 369 produtores.

A garrafa é serigrafada com uma mensagem “manuscrita” em relevo que conta a história deste azeite gourmet, “tendo uma ilustração original como elemento agregador de design”, refere a distinção.

Produzido com azeitonas Cobrançosa e Picual, o Azeite Oliveira Ramos Premium Extra Virgem tem notas marcadas de verde folha de oliveira, erva e casca de banana verde, e notas suaves de maçã, com um final acentuado de frutos e alguma persistência na boca. As azeitonas são apanhadas mais cedo nos olivais, originando um aroma bastante frutado de azeitonas, fundamentalmente verdes, e que combina um ligeiro amargo com um toque de picante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gosto de o/a ter por cá! Não vá embora sem deixar o seu comentário ;)