segunda-feira, 5 de agosto de 2019

Torta de coco à Casa Vidal




A gentileza, tal como o doce, nunca amargou.



Todos os dias têm algo especial que faz valer a pena viver e estar grato. Se estivermos atentos são até muitos, e vêm sob diversas formas, os motivos que me levam a afirmar o que acabei de escrever.

Felizmente há imensos pequenos detalhes que me provocam momentos de felicidade. E foi exactamente isso que senti quando, gentilmente, partilharam comigo esta receita.

O dia já de si prometia ser muito agradável, apesar da chuva fazer temer um pouco pelo passeio a pé que tinha intenção de fazer.

Rumámos a Águeda para ver os guarda-chuvas coloridos do Umbrella Sky Project e já que lá íamos decidimos ir almoçar leitão. A escolha recaiu sobre o Restaurante Casa Vidal que já vos digo: foi acertadíssima! O leitão é delicioso, bem como tudo o que nos serviram.

Mas mesmo especial? A torta de coco!

Bem... no momento que a provei só pensava: quero muito a receita disto! E no fim, lá decidi tentar a minha sorte... embora estivesse quase certa de que ia receber um sorriso, mas nada de receita.

Felizmente enganei-me! A senhora que nos atendeu, respondeu prontamente: "muito fácil! Eu até a faço em casa!" Nem queria acreditar que me ía dar a receita... mas deu!!! E com os detalhes que conseguiu, pois há coisas que não se conseguem explicar. É a prática! (No restaurante é cozida em forno a lenha)

Como devem ter percebido, isto fez-me ganhar o dia! Não só pela receita, mas sobretudo pela gentileza desta senhora. Muito obrigada!!!



Repito o que tenho dito e escrito em algumas publicações: ensinar é dar para sempre!








Ingredientes:

  • 0,5kg de açúcar
  • 8 ovos
  • 0,2kg de coco


Preparação: 

Ligar o forno a 200ºC.

Misture os ovos com o açúcar, usando uma vara de arames. Junte o coco e mexa tudo até o preparado estar homogéneo.
Leve ao forno em tabuleiro untado e forrado com papel vegetal (também untado), cerca de 15/20 minutos em modo grill.
 
Obs. - após este tempo deve verificar se a massa ainda se mexe ao agitar um pouco o tabuleiro. Não deve ficar muito seco, pois esta é uma massa húmida.


Após a massa estar cozida vire-a para cima de um pano húmido e enrole cuidadosamente.

Nota - A receita foi-me dada com as seguintes instruções: Dobrar as laterais (sobrepostas - 3 partes) e desenformar, de seguida, com muito cuidado.


Esta foi a primeira experiência e terei que aperfeiçoar algumas coisas. Na minha opinião, a parte mais difícil é o desenformar e enrolar, pois a massa é húmida e quebra com facilidade. Mas também é um problema menor... porque fica deliciosa mesmo em pedacinhos :D


4 comentários:

  1. acabei de meter ao forno, vamos ver como fica....

    ResponderExcluir
  2. Realmente é muito bom. Eu já fiz mas acrescentei lhe duas colheres de sopa de manteiga.

    ResponderExcluir
  3. nossa que delicia! estou viajando a Portugal em novembro, e espero poder provar cada uma dessas delicias. Também amo cozinhar, e experimentar novas culinárias. Gratidão por partilhar conhecimento, receitar e energia! que receba em dobro de bençãos

    ResponderExcluir

Gosto de o/a ter por cá! Não vá embora sem deixar o seu comentário ;)