sábado, 25 de junho de 2011

Kefir



Há uns 30 anos atrás (era eu uma criança) deram à minha mãe (creio que foi uma tia) uma "planta" à qual chamávamos Flor do Iogurte. Recordo que então nós produzíamos iogurte (era o que pensávamos ser) até enjoar!
A dita "planta" crescia e crescia até não mais sabermos o que fazer com ela. Fomos distribuindo pelos familiares e amigos, mas acabamos por deixá-la morrer. Talvez devido ao enjoo que já tínhamos daquela bebida, ou então, pelo facto de estarmos a gastar leite em quantidades que não agradavam aos meus pais...

Esta experiência marcou-me para sempre e há uns tempos (creio que foi o ano passado) resolvi pesquisar para tentar perceber que planta era aquela e porque é que ela convertia o leite em iogurte.

Foi quando descobri que o seu nome é Kefir, que o que ela produz não é iogurte (embora eu continue a achar muito semelhante) e que não é uma planta, mas sim "uma colónia de microrganismos simbióticos imersa numa matriz composta de polissacarídeos e proteínas. Originário do Cáucaso é formado por lactobacilos e leveduras aptos a fermentar diversos substratos – sendo o leite (caprino ou bovino), historicamente, o mais comum deles." in wikipédia.

Há bastantes sites que explicam detalhadamente o que é o kéfir, como se produz, como se trata, o que fazer com ele (receitas), etc. Deixo-vos uma breve lista, não sei se toda a informação que lá consta é verdadeira, pois não sou perita no assunto, mas quem tiver curiosidade de saber mais sobre a matéria encontrará aí muitas respostas.


Quero desde já deixar um beijinho de agradecimento à Dª Fernanda Almeida, pois foi esta senhora que teve a amabilidade de partilhar comigo um pouco da sua colónia de kefir. Agradeço também à minha prima Vera que foi quem pediu e me trouxe.

 Prometo que partilharei com quem estiver interessado, pois segundo "os entendidos na matéria" é mesmo isso que se deve fazer ;-)

Cá vai a primeira (acho que de muitas) receita feita com kefir:


Batido de Kefir
 Ingredientes:

  • 2 copos de kefir
  • 1 pera madura*
  • 1 maçã madura*
Preparação:

Colocar todos os ingredientes no liquidificador e bater até que tudo esteja triturado e se forme um creme homogéneo.

*a fruta pode ser outra

5 comentários:

  1. Em breve vou publicar no meu blog a receita de um delicioso gelado de kefir. Fica um espanto.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Uii, eu bem me lembro do sabor azedo dessa coisa misteriosa :P
    Costumavamos por um bocadinho de mel para adoçar, mas mesmo assim só bebiamos porque a minha mãe dizia que era muito saudavel... E lembro que dava sempre muito trabalho para alimentar e lavar? Era como um bichinho de estimação :)
    À saúde!*

    ResponderExcluir
  3. Há umas semanas vi num canal português, num daqueles programas da tarde uma reportagem sobre o kefir. Eram um casal que vendia imensos produtos (champons, pasta de dentes, cremes e afins) tudo feito à base deste produto, enumerando os benefícios. Este casal português ía buscar o kefir no estrangueiro, principalmente na Rússia e Turquia e fazem dele negócio (http://kefigel.no.comunidades.net/).
    Desconhecia era a parte alimentícia do produto.
    Obrigada! Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Quando era criança também a minha mãe teve a flor do iogurte. Depois perdeu-se e nunca mais ouvi falar até há cerca de 5 ou 6 anos, que comecei á procura também por curiosidade e alguma necessidade de encontrar alternativas saudáveis na alimentação.
    Na praia de Monte Gordo, em conversa com uma simpática senhora da zona do Fundão, e vizinha de toldos durante uns 3 ou 4 anos de praia, voltei a ter os famosos grãozinhos, que nunca mais deixei acabar. É realmente como se tivesse uma plantinha ou um animal de estimação. É necessário Cultivar, tratar e distribuir.
    Já tenho feito bolos, tartes e até pão com Kefir. Uma maravilha

    Bjs e boa semana

    ResponderExcluir
  5. olá, olivia rocha eu estou adorando o blog e sobre kefir estou procurando alguém que possa me doar, pois tenho tolerancia lactose e colestorol e fiquei feliz e se voce tiver kefir para doar meu e-mail é rita.alvesfraga@gmail.com

    ResponderExcluir

Gosto de o/a ter por cá! Não vá embora sem deixar o seu comentário ;)