sábado, 21 de fevereiro de 2015

Bolo de noz e de outros




Se tivesse que escolher um sentido para me definir, muito provavelmente escolheria o olfacto. Sou, sem sombra de dúvida, uma pessoa de "cheiros"!

Gosto de cheiros simples, como o do pão acabado de sair do forno, da terra molhada pela primeira chuva, de um livro novo, do azeite e alho, das especiarias... O que eu gosto do aroma das especiarias!

Acho que o cheiro vai muito além da visão, da audição. E até do paladar! O cheiro faz-nos adivinhar o paladar... concordam?

Tenho na memória cheiros vindos de tantos lugares e de tantas situações. E de pessoas! Algumas, infelizmente já nem estão entre nós. Mas continuo a lembrar-me do seu cheiro, porque as amei.

É bom o cheiro das pessoas que amamos - não o perfume, o cheiro -.  

Os cheiros conseguem ser mais profundos e misteriosos do que abraços e beijos, afinal, estes atingem-nos fisicamente, mas o cheiro alcança o que nenhum outro consegue: o cheiro atinge a alma.




Bolo de noz e de outros... ou Bolo de noz e de cheiros


Ingredientes:

  • 100g de noz (miolo)
  • 30g de avelã (miolo)
  • 30g de alperce seco
  • 5 ovos 
  • 50 g de açúcar mascavado
  • 50 g de açúcar baunilhado
  • 8 colheres (sopa) de azeite
  • 4 colheres (sopa) de mel
  • 4 colheres de sopa de vinho do Porto
  • 1 colher (chá) de canela
  • 2 colheres (chá) de  erva doce
  • 200 g farinha
  • 1 (chá) de fermento em pó
  • 1 (chá) de bicarbonato de sódio 
  • q.b. de açúcar em pó (para polvilhar)

Preparação:

Ligue o forno a 180ºC e forre uma forma de bolo inglês com papel vegetal.

Peneire e junte a farinha, o fermento e o bicarbonato de sódio. Reserve

Bata as claras em castelo. Reserve.

Misture os dois tipos de açúcar e bata-os com as gemas até que estas dupliquem de volume e se tornem num creme esbranquiçado. Sem parar de bater, adicione o azeite, o mel, o vinho do Porto e bata até que tudo esteja bem misturado. 

Retire a taça da batedeira e adicione as nozes, as avelãs e os alperces (grosseiramente picados), a canela e a erva-doce. Envolva com uma espátula.

Alternadamente, vá juntando e envolvendo (cuidadosamente e sem bater) a mistura da farinha e as claras em castelo. (Obterá uma massa forte, perfumada e consistente)

Verta-a na forma previamente preparada e leve ao forno cerca de 50 minutos, ou até estar cozido (teste com o palito) . 

Desenforme morno e antes de servir polvilhe com açúcar em pó.




Não posso deixar de agradecer à minha amiga Beatriz, pelas deliciosas nozes vindas da sua bela Bragança. 

19 comentários:

  1. Que belo aspecto, até dá vontade de sentir os aromas que estes bolo deve ter =).

    Acompanhem também: http://deaprendizachef.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Adorei o bolo, e adorei, principalmente, o texto introdutório! Eu também sou muito pessoa de "cheiros" e é bem verdade que os cheiros nos tocam a alma, e alguns não saem de lá, mesmo que a sua origem tenha desaparecido... Um texto muito lindo, parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Olivia, seguramente que o bolo é excelente, mas o que me levou a comentar foi o texto que antecede a receita. Identifico-me inteiramente com as tuas palavras. Alias, pensemos num recém nascido ... É uma coisa ancestral - identifica a mãe pelo cheiro.
    Também tenho um bolo de noz muito bom. Um dia qualquer vou publica-lo.
    Bom domingo.
    Beijo da Nina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Nina, é mesmo uma coisa ancestral...

      Fico à espera desse bolo de noz, que aposto ser delicioso!

      Beijinho e boa semana

      Excluir
  4. Eu não sei, é um sentido muito limitado... A audição também é bastante interessante. Quando tiro um bolo do forno e aproximo o ouvido ouço uns estalidos, e se determinar a frequência dos estalidos consigo obter um sinal que codifica o sabor do bolo.
    (estou a brincar... :P )
    Normalmente o sabor corresponde ao cheiro, MAS há alturas em que isso não acontece, o que pode ser:
    -Mau. E desapontante.
    -Bom, se se comer com uma mola no nariz.
    -Indeterminado, no caso do gel de banho (que eu NUNCA provei, obviamente ;))
    O teu bolo parece mesmo delicioso, deve ter um cheirinho... ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Avelã, obrigada pelo divertido comentário ;)

      Boa semana ;)

      Excluir
  5. Que lindo bolo, com tantos frutos secos deve ser delicioso.
    http://petiscana.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma explosão de cheiros e sabores, Ana Filipa.

      Boa semana ;)

      Excluir
  6. Que bom aspecto!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  7. Está lindo. E de sabor, deve estar delicioso.
    Boa semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Selene ;)
      Continuação de boa semana!

      Excluir
  8. esse bolinho esta com um aspeto magnifico mesmo.


    www.ocantinhodosgulosos.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  9. Esse bolo ficou com óptimo aspecto.

    Beijinhos,
    Clarinha

    receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/02/polenta-cremosa-com-molho-de-cogumelos.html

    ResponderExcluir

Gosto de o/a ter por cá! Não vá embora sem deixar o seu comentário ;)