segunda-feira, 30 de março de 2015

Espargos bravos com ovos




Espargos bravos: deliciosas e saudáveis lanças

Chegou a temporada dos espargos! Os primeiros chegam em Abril, mas continuam frescos e tenros até finais de Junho, altura em que se tornam demasiado espessos e fibrosos.

Claro que actualmente os podemos encontrar durante todo ano nas prateleiras dos supermercados. Como tudo o resto! A sazonalidade dos produtos (da maioria) já não é o que era...

Mas não encontramos destes! Estes vieram do nosso belo e aprazível Alentejo. 

Comprados na berma da estrada, em Monsaraz, a quem os sabe colher e percebe o seu valor. Foram trazidos com entusiasmo e ansiedade de os colocar no prato.

Para respeitar a sua origem preparei-os à boa maneira alentejana. Lá podia ser de outra forma?

Ah... quanto ao belíssimo fim de semana no Alentejo, também vos trarei imagens e relatarei os paladares e aromas que de lá trouxe.

Que lindo!!! Deixo-vos com um nome a reter: Hotel rural Horta da Moura. Vá, vão lá espreitar que eu já vos conto o resto ;)




Espargos Bravos com Ovos (Alto Alentejo)


Os espargos bravos, também conhecidos por espargos verdes em algumas regiões do país, não devem ser mantidos na água da cozedura por tempo superior ao necessário para não adquirirem um travo amargo. Depois de cozidos, devem ser imediatamente mudados para um passador, a fim de escorrerem antes de serem utilizados.

Ingredientes:

  • 500 g de espargos bravos
  • 8 ovos 
  • 50 g de presunto magro
  • 50 g de queijo de ovelha
  • 50 g de manteiga
  • sal e pimenta q.b.

Preparação:

Lave os espargos, ate-os em 2 molhos, coza-os em água a ferver temperada de sal, enxugue-os e corte-os em pedacinhos.
Mistire com o presunto picado e o queijo ralado. Bata os ovos, ligue com eles a mistura e introduza-a numa boa frigideira (a minha Le Creuseut) com a manteiga fervente, depois de ter verificado o sal e temperado com uma pitada de pimenta. Quando a fritada tiver adquirido a consistência necessária, sirva.


E neste prato casei Bragança com Alentejo! Lá de cima  (de um galinheiro especial) vieram os ovos e lá de baixo os espargos. Portugal é lindo!!!

5 comentários:

  1. Gosto muito desta receita. Na época dos espargos silvestres, há sempre ora umas migas
    ora uns ovos mexidos. Adoro.
    Quanto ao Hotel rural Horta (e não hora) da Moura é espetacular. Já lá estive.
    A vida é feita de pequenos momentos e, por isso, há que gozá-los.
    Obrigada pelas óptimas receitas publicadas
    Bj
    Clara

    ResponderExcluir
  2. Olá Clara.
    (já corrigi) Obrigada ;)
    Sim, o Hotel rural Horta da Moura é espectacular! Eu fiquei encantada e espero, sinceramente, lá voltar.
    É bem verdade! A vida é feita de pequenos momentos, que devem ser aproveitados como um tesouro.
    Eu também agradeço as visitas e os comentários (adoro os comentários).
    Bj.,
    Olivia

    ResponderExcluir
  3. Ainda hoje de manhã comi espargos! Gosto imenso, mas selvagens nunca provei. Devem ser muito bons! Então nesta receita tão apetitosa... :)

    ResponderExcluir

Gosto de o/a ter por cá! Não vá embora sem deixar o seu comentário ;)