domingo, 29 de novembro de 2015

Cachaço de Borrego ensopado à moda do Alentejo



Domingos lentos, como toda a vida devia ser!


Se há coisas de que gosto muito, cozinhar sem olhar para o relógio é uma delas. E depois poder ter o prazer de me sentar à mesa e demorar todo o tempo do mundo a saborear a refeição.

Quanto mais o tempo passa, mais penso: Podia viver assim! :D








Pode utilizar-se com igual sucesso quer o cabrito, quer o borrego na preparação deste prato.
Devem, no entanto, escolher-se animais com cerca de 6 a 8 meses, altura em que o cabrito tem a carne mais saborosa.




Cachaço de Borrego ensopado à moda do Alentejo

(para 3/4 pessoas)

Ingredientes:

  • 1 Kg de cachaço de borrego
  • 2 dl de caldo de carne*
  • 0,5 dl de azeite
  • 1 dl de vinho branco (usem um bom vinho e lembrem-se que não há vinho demasiado bom para cozinhar)
  • 1 colher (sopa) de vinagre de vinho tinto (usem um bom vinagre)
  • 6 chalotas
  • 4 dentes de alho
  • 1 colher (café) de colorau doce
  • q.b. de sal e pimenta (de moinho) 
  • Pão saloio cortado às fatias finas


* façam um caldo caseiro (cozendo carne, cebola, cenoura, aipo, alho francês, salsa...). Podem preparar em quantidade maior e congelar, para futuras utilizações.

Preparação:

Corte aos pedaços, não muito pequenos, o cachaço de borrego e leve-os ao lume num tacho de barro [usei de ferro fundido - Le Creuset] juntamente com o azeite, os alhos (socados e com casca), sal e pimenta.
Assim que a carne esteja alourada, adicione as chalotas cortadas em gomos (cortar em 4) e, quando estas alourarem, introduza no tacho o colorau, o vinho branco, o vinagre e cerca de metade do caldo. Decorridos 30 minutos de fervura, acrescente o restante caldo, prolongando a fervura até estar bem apurado. (Cozinhar em lume brando, por aproximadamente 1h30)
Rectifique os temperos e mude o ensopado para um prato de barro aquecido, no qual dispôs as fatias de pão cortadas finas. Sirva de seguida, bem quente.


8 comentários:

  1. Receita bem portuguesa e cheia de sabor! Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Cá em casa adoramos borrego. Compramos diretamente ao produtor dois borregos inteiros por ano. Quase sempre é assado como o confecionamos, mas ando com vontade de o fazer no barro, nos nossos típicos alguidares de alcatra aqui da ilha Terceira. O meu marido, transmontano, anda com a ideia de o fazer no pote, de ferro. Sei lá, estou como tu, podia viver a fazer comida desta sem pressas. Isto é qualidade de vida, sim.
    Beijinhos

    Patrícia (www.foodwithameaning.wordpress.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Patrícia.
      Que bom, poder comprar assim directamente ao produtor! Bem, tenho a certeza que o borrego irá ficar bom à moda da ilha Terceira, ou de trás-os-montes. :)
      Era, não era? Viver assim a vida... (suspiro)

      Beijinhos

      Excluir
  3. Hummm esse ensopado de borrego ficou com óptimo aspecto.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://www.receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/11/pinheiro-natalicio-de-alheira-e-queijo.html

    ResponderExcluir
  4. bela refeição!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  5. Ficou com um aspeto bem bom! Perfeito para um domingo :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os domingos, sobretudo os mais frescos, prestam-se bem a estas lentidões ;)

      Boa semana!

      Excluir

Gosto de o/a ter por cá! Não vá embora sem deixar o seu comentário ;)