segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Arroz de forno em Barro negro de Bisalhães

 

 

Olaria Negra de Bisalhães declarada Património da Unesco

Leia mais: Olaria Negra de Bisalhães declarada Património da Unesco 

 

As mãos que moldam a Louça Preta de Bisalhães


Quem entra na Cidade de Vila Real, vindo da primeira saída do IP4, antes de chegar ao centro da cidade, depara-se com cinco casinhas em madeira, propriedade da câmara, que albergam os artesãos da louça de Bisalhães.

Só uma delas está invariavelmente aberta, a que pertence ao Sr. Manuel Martins, 75 anos e artesão da louça negra a tempo inteiro, mas que ainda tem “vagar para fazer algum trabalhinho no campo, ca vida está ruim e temos que tirar da terra qualquer coisinha para encher o estômago”.

A porta da casinha do artesão abre-se quase sempre de segunda a sábado, pois ao “Domingo é dia do descanso do senhor”, e o ritual é sempre o mesmo, abrir as portas, levantar os taipais, alinhar no passeio a louça com os mais variados artigos, e esperar, sentado no banquinho ao sol de Inverno ou abrigado de ventos e chuva, que apareçam os compradores, pois a actividade é lucrativa e “produz”, a julgar pelas palavras do artesão: “temos dias de tudo, mas isto produz”.

As mãos calejadas e marcadas pelo tempo e pela labuta diária, seja na arte de trabalhar o barro ou da lida do campo, lá vão pegando na louça para mostrar aos visitantes, explicando para que servem as peças mais estranhas, ou desmistificando o sabor que o barro negro pode deitar à comida, afirmando com entusiasmo “é uma maravilha, isto é saudável. Um arroz de forno com este alguidar é de lamber os beiços menino”. 

Reportagem "Tribuna Douro"



Ingredientes:

(para 6 pessoas)
  • 50 ml de azeite
  • 1 cebola média
  • 500 g de arroz (usei agulha)
  • 1 L de caldo de carne (ou legumes)
* façam um caldo caseiro (cozendo rabo de boi/carne/frango, cebola, cenoura, aipo, alho francês, salsa...). Podem preparar em quantidade maior e congelar, para futuras utilizações.

Preparação:


Ligar o forno a 220ºC. Cortar a cebola em rodelas finas. Ferver o caldo de carne ou legumes.

No tacho/alguidar colocar o azeite, a cebola, o arroz e envolver muito bem. Acrescentar o caldo, ajustar o tempero de sal e mexer, para separar os grãos de arroz.

Levar ao forno e deixar cozer cerca de uma hora.

Nota: Pode aproveitar-se o forno para assar (ao mesmo tempo que se coze o arroz) carne/peixe/batatas... etc.

Obs.: Se o arroz começar a tostar em demasia, cobrir com folha de alumínio.

6 comentários:

  1. É mesmo de lamber os dedos! Muito bom aspecto :)
    -
    Diogo Marques
    Blog: A culpa é das bolachas! | Facebook | Instagram | Zomato
    -

    ResponderExcluir
  2. Que belo arroz no forno.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2017/02/sopa-de-feijao.html

    ResponderExcluir
  3. Que belo arroz, e nesse tacho de certeza que a comida tem um sabor melhor, uma sugestão muito boa.


    O Cantinho dos Gulosos

    ResponderExcluir
  4. Não sabia como prepará-lo. Afinal é fácil.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  5. Uau lindo prato! Ficou fantástico, bjs

    http://www.iguaria.com/

    ResponderExcluir
  6. Com um alguidar cheio de história o arroz deve ficar ainda mais saboroso :)

    ResponderExcluir

Gosto de o/a ter por cá! Não vá embora sem deixar o seu comentário ;)