domingo, 7 de maio de 2017

Tarte de casulas e amêndoa






ca·su·la

[Portugal: Trás-os-Montes] [Culinária] Vagem de feijão, colhida ainda verde e cortada em pequenos pedaços que secam ao sol e que, depois de demolhados, são cozidos e usados na alimentação (ex.: butelo com casulas). [Mais usado no plural.]

"casulas", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/casulas [consultado em 07-05-2017].




casulas




Em fevereiro fui convidada a estar presente no VII Grande Capítulo da Confraria do Butelo e da Casula de Bragança, na Cidade e Conselho de Bragança.

Foi para mim um gosto enorme poder (re)visitar esta bela cidade, e ter tido a oportunidade de conviver com os confrades, desta e de outras ilustres confrarias portuguesas, conhecer património cultural e degustar alguns dos excelentes produtos endógenos e autênticos daquela região.

Como seria de esperar, a Confraria do Butelo e da Casula preparou um evento memorável e fez, como continua a fazer, um excelente trabalho de divulgação e partilha destas duas iguarias.

Na ocasião partilhei convosco uma receita de Butelo com casulas, que vos garanto ser um manjar majestoso. Mas, como já devem estar habituados, nesta cozinha respeita-se o tradicional sem deixar de parte as experiências.

E sabem em que terminam (quase) sempre estas experiências, não sabem? Claro... em doce! :)







Tarte de casulas e amêndoa

 

Ingredientes:

  • 1 placa de massa folhada (ou quebrada)
  • 250g de casulas*
  • 250g de açúcar
  • 3 ovos + 3 gemas
  • 150g de manteiga (50+100)
  • 100 de farinha de amêndoa (amêndoa ralada)
  • manteiga para untar
  • açúcar em pó q.b.

*peso para as casulas demolhadas e cozidas. Enquanto desidratadas (secas) apresentam um peso muito inferior. Caso não encontrem casulas, podem substituir por feijão branco cozido (o mesmo peso).

obs.: actualmente há uma boa oferta de mercado no que respeita a massas frescas (folhada, quebrada, areada, etc.). Mas, se tiverem tempo, podem sempre optar por fazer a vossa massa (ver receitas nos links)

 

Preparação:



Pôr as casulas de molho de véspera.

Num tacho, ferver água com uma pitada de sal, deitar as casulas escorridas e deixar cozer. A cozedura verifica-se através dos feijões. Em geral, esta cozedura demora pouco mais de 1 hora.

Deitar as casulas, cozidas, no copo do liquidificador, adicionar 50g de manteiga (laminada fina) e triturar. Pela tampa do aparelho deitar, um a um, os ovos e as gemas. Bater bem até obter um puré.

Verter o puré num recipiente, acrescentar o açúcar, as 100g de manteiga amolecida (não derretida) e mexer bem com a vara de arames. Adicionar a farinha de amêndoa e envolver até obter uma massa homogénea. 

Esticar a massa folhada em cima de uma tarteira (ligeiramente untada) e picar o fundo com um garfo.

Deitar o recheio por cima da massa e polvilhar, generosamente, com açúcar em pó (isto vai criar uma superfície estaladiça).

Levar a forno pré-aquecido a 190ºC, cerca de 30 minutos. Ao final deste tempo aumentar para 200ºC e deixar cozer mais 10 minutos, ou até que a massa esteja dourada e o centro da tarte se apresente firme ao toque. (verificar, pois os fornos variam)

Deixar arrefecer e polvilhar com um pouco de açúcar em pó.


2 comentários:

  1. Que ideia tão original.
    Ficou com ótimo aspeto.

    Beijinhos,
    Clarinhas
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2017/05/na-cozinha-com-mary-soliani-e-uma.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Clarinha.

      Beijinho e bom fim de semana ;)

      Excluir

Gosto de o/a ter por cá! Não vá embora sem deixar o seu comentário ;)