segunda-feira, 31 de agosto de 2020

Açorda alentejana à minha maneira




O melhor de Portugal serve-se à mesa!
A Mesa dos Portugueses está de regresso em 2020, para a sua 9ª Edição. A 2ª edição ganhei-a eu, agora pode ser a sua vez!


Às já habituais categorias de receitas: Entradas e Sopas, Peixes e Mariscos, Bacalhau, Carnes e Caça e Doçaria, junta-se As Receitas dos Avós pelos Netos. Nesta nova categoria são procuradas receitas ensinadas pelos avós aos seus netos, com uma abordagem clássica e onde será valorizado o método de confecção tradicional. Destaca-se ainda a atribuição do Prémio Revelação à receita mais inovadora, sendo que o uso de produtos tradicionais portugueses é valorizado.



Junte-se à grande Mesa dos Portugueses e participe já!




E por falar em pratos bem portugueses partilho convosco este, que é bem simples de preparar, super económico, saudável e delicioso!


Açorda alentejana à minha maneira


A minha faço-a assim:
Parto pão alentejano, aos cubos, para um prato fundo. [podem optar por colocar a fatia de pão inteira]
Piso, no almofariz, alho e sal. Depois junto coentros, azeite e piso até ter uma pasta (também conhecido por pisto).

Fervo água, escalfo o ovo, retiro-o para cima do pão e salpico com flor de sal.

Deito  o pisto de coentros na água, mexo e rego o pão até estar todo bem ensopado.

Adiciono uns cubinhos pequenos de salpicão do cachaço de porco preto (ou chouriço) frito. 

Sirvo de imediato.


NOTA: o chouriço é opcional. É também muito comum (e bom) cozer um pouco de bacalhau na água usada para a açorda, que depois vai em lascas acompanhar a dita.


Como fazem a vossa?


Sem comentários:

Publicar um comentário

Gosto de o/a ter por cá! Não vá embora sem deixar o seu comentário ;)